Em relação à nota publicada nesta segunda-feira na coluna Ancelmo Gois – do jornal O Globo – o Clube de Regatas do Flamengo esclarece que, por ser uma verdadeira Nação, formada por mais de 42 milhões de torcedores das mais diversas crenças e opiniões, não se posiciona sobre assuntos políticos.
A homenagem citada na nota foi realizada diretamente por um grupo de sócios e torcedores do Clube, sem nenhuma participação da instituição – algo que,  inclusive, é estatutariamente vedado.
 

3 Comentarios

  1. Acho que se posicionar contra a ditadura não é desrespeitar a posição política de ninguém. É o mesmo que não condenar práticas erradas de determinada religião, justificando que se deve respeitar as crenças alheias. Nota zero para o Flamengo.

  2. Tá certinho, o Meiguinho. A instituição não deve ser usada para esses fins. Por isso, normalmente associações – não só esportivas – vedam esse tipo de manifestação…

  3. Concordo com a Aline, acho que devemos nos posicionar contra ditaduras como da Venezuela, Cuba, Coreia do Norte etc…Esperamos que nunca chegue ao Brasil Ditaduras que aprisionam as Liberdades individuais do ser humano, podando-os de sua criatividade e desenvolvimento. O Flamengo também está correto de se manifestar sobre políticas, só quando há eleição no Clube, política do clube.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare