A recente estratégia bem-sucedida do Real Madrid de acumular jovens talentos encontrou um obstáculo: a cota de não membros da UE, diz o jornal Ás. O bom ano do japones Take Kubo (19 anos) em Maiorca, e a grande projeção do Reinier, brasileiro (18), não são suficientes para abri-los no momento no primeiro pelotão branco. A cota fora da UE é limitada a três e serão Militao, Vinicius e Rodrygo (os três já estão estabelecidos) que cobrirão essas fichas na campanha 2020-21. Kubo e Reinier terão que deixar um ano emprestado, mas não faltam ofertas.

O Real Madrid já estuda as diversas propostas de empréstimo que recebeu por Reinier.

 

1 Comentário

  1. Legal ver os brazucas bombamdo por aí.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare