Charge Mário Alberto

“É uma construção, uma caminhada, um passo importante. Brincando com eles, eu digo que é como quando contávamos a história para os filhinhos dos três porquinhos com suas três casinhas. A casinha tem que ser de tijolo e forte, ela não pode ser de palha e madeira, é a construção da caminhada. Há uma ideia e uma forma de jogar que nós temos. Por exemplo, a bola sai para tiro de meta do adversário e nós marcamos alto. É característica do time para manter posse de bola. São 24 jogos oficiais e temos média de 60% de posse de bola e 16 finalizações, sendo sete certas. Você precisa jogar bem para traduzir isso, não adianta ficar com a bola e finalizar pouco. Então, no mínimo, para jogar bem, tem que finalizar 16 vezes. Hoje foram 20. E não pode tomar susto toda hora, porque gera insegurança. Não tomar gol faz parte de confiança da equipe. E então traduzir tudo isso em vencer”, TITE, após vitória na estreia das Eliminatórias.

2 Comentarios

  1. Eu não caio mais no papo furado de Tite. Aquela seleção ser eliminada pela Bélgica foi inadmissível. Eu num sei como normalizaram aquilo. Claro que torcerei como sempre, mas não vai ter o clima que teve em 2018, não. Ele que nem sonhe.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare