Cenas da disputa eleitoral para a Prefeitura da cidade de São Paulo:
O candidato à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, está usando no Horário Eleitoral um comercial em que um narrador apresenta-o como CR10 – uma referência indireta a CR7, apelido do jogador português Cristiano Ronaldo, que já havia sido usada na corrida eleitoral de 2016. O texto cita “uma tabelinha com o presidente Bolsonaro”, que, “com o auxílio emergencial, dá um belo passe para Russomanno”.
Seu principal adversário, o prefeito Bruno Covas, reagiu com uma mesa redonda. O apresentador pergunta aos participantes: “O candidato do time russo declara que pobre não pega covid. O que vocês acham?” Um dos participantes responde que é caso de dar cartão vermelho. Depois, diz que é caso de rebaixamento o fato de o “time russo” ter apoiado Dilma Rousseff (PT) e agora fazer “tabelinha com Bolsonaro”.
Pesquisa DataFolha, divulgada ontem: Russomanno derrete e cai para 20%, e Covas chega a 23%. Boulos, com 14%, e França, com 10%, empatam em 3º; candidato de Bolsonaro perde 7 pontos e, segundo esse mesmo levantamento, o tucano, atual prefeito, teria 48% contra 36% do deputado do Republicanos no segundo turno. Outros 14% votariam em branco, nulo ou em nenhum.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare