Nesse momento, o Brasil tem três ouros, três pratas e oito bronze, totalizando 14 medalhas nos Jogos de Tóquio. Além disso são outras três garantidas: a Beatriz do boxe (garantida nesta terça) e o Hebert Conceição (garantida segunda) e o futebol masculino.
Segundo cálculos do repórter Guilherme Costa (Globoesporte.com), além das 17 medalhas já certas, há muitas outras boas possibilidades para que o país chegue aos 20 pódios: vôlei feminino e masculino, vôlei de praia masculino, Ana Marcela Cunha (águas abertas), Isaquias Queiroz (C1 1000m), além de ótimas chances no skate, possibilidades razoáveis no atletismo (4x100m, Darlan Romani e marcha atlética) e hipismo.
No Rio-16, o Brasil ganhou 19 medalhas, sendo 7 de ouro.

1 Comentário

  1. Poderia ter mais não fosse o fiasco no judô, surfe e skate. Mas 20 já supera 2016, e isso surpreende.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare