Reportagem da Folha de S. Paulo desta segunda-feira mostra que  Ronaldinho Gaúcho é mais um ex-jogador com problemas na Justiça e dívidas, com  uma dívida que supera os R$ 17 milhões.
De acordo com a Folha, o ex-jogador tem 57 imóveis bloqueados, sendo que quatro deles estão penhorados, pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul pelo não pagamento de uma multa ambiental de R$ 9,5 milhões.
O não pagamento da multa determinada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul resultou na retenção dos dois passaportes do jogador, que tem cidadania espanhola. Ronaldinho está impedido de deixar o país e entrou com recurso para reaver o documento espanhol, classificando a ação como ‘ilegal’.
Além disso, Ronaldinho, que se aposentou em 2015, tem R$ 7,8 milhões em protestos em três cartórios de Porto Alegre, e mais uma cobrança de R$ 793 mil pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.
O jornal lembra que o bloqueio de imóveis e os passaportes retidos se devem por inquérito instaurado pela Procuradoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente em 2009. Ele, o irmão Roberto de Assis Moreira e a Reno Construções e Incorporações foram investigados por danos ao construírem em uma área de preservação permanente.

2 Comentarios

  1. E ainda diziam que ele era bem assessorado pelo irmão. Buuuuuurrrrrooossss!

  2. Não entra na minha cabeça pessoas milionárias ficarem pobres. É muita burrice mesmo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare