A Globo havia decidido  usar o Mundial de Clubes da Fifa para testar os protocolos de cobertura para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A emissora avaliaria erros e acertos no mês que vem no Qatar para aumentar a segurança para seus contratados.

Também haveria quarentena no destino. Assim que chegassem ao Japão, os profissionais ficariam no quarto do hotel. Somente depois do período indicado pelo governo local iriam sair às ruas para reportagens (no Qatar, essa quarentena seria de sete dias). Por causa disso, os 11 jornalistas que farão a cobertura do Mundial de Clubes viajariam para o Catar já na semana que vem.

O problema é que, segundo o The Times, o governo japonês decidiu cancelar os Jogos de Tóquio por causa da pandemia (leia aqui)

1 Comentário

  1. Que dó dos atletas. Alguns nem tenham mais chance se continuarem adiando.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare