A esdrúxula tentativa de mudança do nome do Maracanã virou pó oficialmente hoje, informa Lauro Jardim, em O Globo. Foi publicado do Diário Oficial do Rio de Janeiro, o veto do governador Cláudio Castro ao projeto aprovado em fevereiro pela Assembleia Legislativa.

A Alerj havia aprovado a alteração do nome oficial do mais importante palco do futebol brasileiro de “Mário Filho” para “Estádio Edson Arantes do Nascimento — Rei Pelé”.

No texto que consta no DO, Castro afirma que vetou “integralmente” o projeto.

O veto era esperado.

Dada e péssima repercussão da ideia de se trocar o nome oficial do Maracanã, Castro negociou com o presidente da Alerj, André Ceciliano (aliás, um dos autores do malfadado projeto) para que o texto fosse vetado e enviado aos deputados — que o esquecerão para sempre.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare