O Real Madrid, que terminou ontem a temporada 19/20 conquistando o título espanhol, é um dos clubes mais ricos do mundo. Tão rico que se dá ao direito de fazer investimentos exorbitantes e não obter praticamente nenhum retorno com eles.
Estou falando especificamente de dois casos:
1 – O brasileiro Kaká, comprado ao Milan em 2009 por € 65 milhões, mas que foi um fracasso retumbante.
2 – O belga Eden Hazard, comprado no ano passado por € 100 milhões, e que segue na mesma trilha de Kaká.
Muito difícil prever situações como estas no futebol

2 Comentarios

  1. Pois é. Frustração de ambos os lados.

  2. Não é o mesmo jogador que foi no Chelsea, assim como Kaká não foi o mesmo jogador nos tempos de Milan.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare