A contratação de Robinho pelo Santos virou um dos assuntos mais comentados no Twitter, mas não pelo lado técnico, e sim por causa de uma acusação que o jogador sofreu, em 2017, por suposta participação num ato de violência sexual coletiva, na Itália. O jogador nega e os seus advogados continuam recorrendo nos Tribunais.
Mas boa parte da mídia brasileira resolveu crucificá-lo. Reprovam a volta de Robinho ao Santos por causa de um episódio que ainda nem foi totalmente esclarecido. É muita hipocrisia!
Onde estavam esses jornalistas justiceiros quando Cristiano Ronaldo admitiu que pagou 375.000 dólares (mais de R$ 2 milhões, no câmbio atual) à modelo americana Kathryn Mayorga, que o acusou de estupro em 2009, para encerrar o caso em segredo?
Mayorga, hoje com quase 40 anos, alegou que o cinco vezes ganhador da Bola de Ouro a forçou a fazer sexo em 13 de junho de 2009 em seu quarto de um hotel de Las Vegas, apesar de ela ter rejeitado as investidas dele. Ela entrou com um processo para invalidar o acordo em 2018, argumentando que a defesa do atacante português se aproveitou de seu “frágil estado emocional” para obrigá-la a assiná-lo. Cristiano Ronaldo afirma que a relação entre os dois foi consensual.
Cristiano Ronaldo é intocável pra essa gente que quer decretar o fim da carreira de Robinho?

1 Comentário

  1. Mesmo que não tivesse essa condenação, é um investimento que não vale a pena. Jogador que não entrega nada faz tempo. Por que ainda insistem nesse tipo de contratação?!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare