8 Comentarios

  1. Uma vergonha a Globo transmitir esse jogo do Grêmio e com Galvão e tudo. Até hoje o Santos é piada por ter sido preterido em detrimento daquele programa de culinária fracassado. E isso mesmo tendo uma atração extra: Neymar. Não consigo acreditar que um timeco gaúcho tenha mais apelo que o Santos. E depois ainda temos que aguentar narrador sem noção nos chamar de chatos por reclamarmos do descaso da Globo conosco. Essa é a prova cabal que sofremos boicote, sim. A sorte é que tínhamos o EI pra fazer toda a cobertura. Tomara que seja um fiasco de audiência, também.

    • Pois é! E o Gavião Bueno já está nessa desde a final da Cucaracha Cup. E pensar que o Coringão teve que aguentar o prantista Cléber Maischato (olha o Romarinhooooo!).

      • Embora eu prefira Luis Roberto, Cléber é um narrador prestigiado e o acho muito bom. Não vejo o porquê do ranço dos 5ma11tianos por ele. E na boa, você prestes a ganhar uma Libertadores estava preocupado com o narrador? Rsrs…

        • Vive trocando o Romero pelo Peruano, durante as transmissões, e se mete muito a comentar o jogo, mas não sabe, fora o desânimo com o Corinthians e os comentários maldosos (se bem que o tal Joça Júnior, do Premiére, nesse aspecto, consegue ser pior). Bãos, mas bãos mermo narrando só o Gavião e o Mirtão…

  2. E as semifinais são difíceis mais pelo nervosismo dos times sul-americanos, que têm a obrigação de passar, que pela qualidade dos asiáticos ou africanos. Por isso digo que as derrotas de Galo e Inter foram muito vexatórias que a goleada do Santos pro Barcelona. Claro que poderíamos ter feito muito mais, só que nosso Mundial foi o mais difícil. Os catalães estavam no auge.

    • É fato! Mas o Muriçoca falou muita besteira, também, antes do jogo. E o Neymala já tinha se bandeado pro outro lado da força. Até que ponto atuou com isenção e empenho pleno? Nunca saberemos…

      • Não só falou como fez. Ele estava morrendo de medo do Barcelona e veio com discursinho que não tinha obrigação de ganhar pois o Barcelona era muito forte. Tirou sua responsabilidade total com isso, acovardou-se e agiu como um principiante: não treinou o time, mudou o esquema de uma hora pra outra, não encorajou os jogadores, enfim…. só fez burrada, estava apavorado, talvez. Ainda não sei se ele estava achando que Neymar iria resolver numa bola ou estava tão desacreditado na conquista que lavou as mãos. Acho que o time teve uma pane, uma síncope, pra não esboçar nenhum reação, quilo não foi normal. Só sei que deu muita raiva. Quanto a Neymar, não sei o que pensar. Não lembro do desempenho dele no jogo, na verdade, lembro bem pouco daquela partida de tão atordoada que fiquei. Mas lembro de ter lido um post de Cosme, rs, dizendo que ele se esforçou ao máximo, foi que mais se entregou no jogo, e olhe que Cosme odeia Neymar, e vice-versa. Mas enfim, não tem como saber mesmo, mas todo final de ano esse fantasma de Mundial assombra nós santistas. E me revolta ver que somos considerados a maior piada do Mundial sendo que tem Inter e Galo que nem chegaram lá.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare