Carlos Sánchez, jogador uruguaio utilizado pelo Santos no empate de ontem com o Independiente da Argentina, pode ser o motivo para o time argentino ganhar os pontos no tapetão.
O Independiente alega que Sánchez foi expulso de campo em 2015, no jogo da Copa Su-Americana, e deveria cumprir suspensão automática. Na época ele era do River e recebeu cartão vermelho numa semifinal, contra o Huracan. A Conmebol promete  decidir rápido sobre esse questionamento.

3 Comentarios

  1. Mas será que o Prantos cometeria esse erro primário?

  2. O Santos já teve problema dessa ordem. Foi na Libertadores de 2012, eu acho, com um jogador que estava no Timeco do Morumbi. Descobriram a caminho do jogo que o jogador estava impossibilitado por causa de uma suspensão na Sul-americana. Aí, Muricy teve que repensar o time para não escalar o jogador. Eu num duvido nada que tenham cometido essa burrice de novo. Nada é tão ruim que não possa piorar. O time teve uma atuação vergonhosa ontem. Conhecido pela sua ofensividade, num deu um chute. Existe isso não. Mas prefiro a eliminação da Libertadores a correr riscos de rebaixamento.

  3. Um grande clube cometer um erro desse, beira o amadorismo!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare