Ainda repercute a polêmica “garrafada” que Neymar sofreu no jogo do fim de semana, contra o Valência. Depois de fazer 3×2 no placar, alguns atletas do Barça se abraçaram ao lado da arquibancada do estádio de Mestalla, quando uma garrafa foi atirada. O objeto atingiu os jogadores, e Neymar foi ao chão colocando as mãos na cabeça.
No vídeo aí acima você pode ver que a garrafa, de fato, atingiu o grupo de jogadores. MasJavier Tebas, chefão da Liga de Futebol Profissional (LFP), desconfia de encenação de Neymar:
“Há milhões de crianças assistindo. Me daria vergonha fingir assim”, criticou.
Já o diretor editorial do jornal Ás, Alfredo Relaño, foi ainda mais longe. Sem ter nem pra que, ele fez um comentario extenso lembrando o episódio do goleiro chileno Roberto Rojas, nas Eliminatórias de 1989, quando fingiu ter sido atingido por um foguete atirado no gramado do Maracanã.
Alfredo Relaño não citou o nome de Neymar, mas deixou no ar um questionamento que pode trazer problemas para o jogador brasileiro. O comentarista lembrou que Rojas – por conta daquela estúpida encenação – foi simplesmente banido do futebol.
captura-de-tela-2016-10-25-as-12-12-01

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare