O ex-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) José Maria Marin, 88, passou o Natal no resort Transamerica Comandatuba, no sul da Bahia, informa Mônica Bergamo na Folha.

O cartola foi colocado em liberdade pela Justiça dos Estados Unidos em abril deste ano, quando retornou ao Brasil, após cinco anos detido.  Para o Réveillon, o resort, localizado na ilha de Comandatuba, oferece pacotes a partir de R$ 34.470.

Na decisão de soltura, realizada a pedido de sua defesa, foram citados seu estado de saúde “significativamente deteriorado” e as consequências de um eventual contágio pelo novo coronavírus. Marin foi condenado pelos escândalos de corrupção conhecidos como Fifagate e chegou a cumprir prisão domiciliar em um apartamento de luxo na Trump Tower.

Comentário meu – Sabe como é o nome disso la no meu Nordeste? É o famoso “rabocheio”.

3 Comentarios

  1. Foi o único preso, os da FIFA , Europa,nem pensar, na “justiça ” humana uns são melhores que outros, ou mais iguais. O Zé da Medalha por ser de um país subdesenvolvido, pagou o pato.É como a Suíça que tem dinheiro ,protegido, de corruptos dos países pobres.

  2. Pois é, né? Uma palhaçada dessas. Deveria estar numa prisão comum.

  3. Como é bom ser bandido e ter dinheiro, não necessariamente nesta ordem, no Brasil.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare