Neymar foi expulso de campo ontem, no jogo em que o PSG quase perdeu a sua invencibilidade no Campeonato Francês. Foi mais um momento de protagonismo negativo que o nosso craque incluiu no seu currículo.
O objetivo de Neymar é ser eleito, um dia, o melhor jogador do mundo. Mas ele só vai conseguir chegar ao nível de Messi e CR7 se deixar de lado esse tipo de comportamento infantil, arrogante e até irresponsável.
Ou, para citar um exemplo bem brasileiro, mais precisamente da Baixada Santista: Neymar, você decide se quer ser um Pelé ou um Almir Pernambuquinho, um “porra-louca” que até jogava bem, mas gostava mesmo era de brigar.
O blog selecionou quatro momentos da carreira de Neymar: dois momentos positivos e dois negativos. Definitivamente, alguém precisa dizer a ele qual é o melhor caminho a ser seguido.
O jornal L`Equipe criticou o comportamento de Neymar no jogo contra o Olympique
O jornal L`Equipe criticou o comportamento de Neymar no jogo contra o Olympique
2010
Enquanto coleciona boas jogadas e golaços, Neymar também acumula polêmicas e desafetos. Entre confusões em campo e até na internet, desta vez o atacante do Santos bateu o pé para a ordem de Dorival Júnior, que mandou Marcel cobrar o pênalti, na vitória sobre o Atlético-GO, por 4 a 2. O jogador teria ofendido o técnico depois. Acompanhando tudo de perto, o técnico do rival, René Simões, lamentou as atitudes do jovem, pediu encarecidamente que ele seja educado e disse que “um monstro” está sendo criado.
2015
Neymar foiexpulso pelo árbitro Enrique Osses após o apito final da derrota do Brasil por 1 a 0 para a Colômbia, no Monumental de Santiago, pela Copa América. Pelo acúmulo de amarelos e o vermelho direto, o jogador foi suspenso por duas partidas e vai desfalcar a seleção brasileira na sequência da Copa América.
O craque pegou dois jogos de suspensão, um pela expulsão direta após o apito final, e outro por ter recebido dois amarelos, um deles no primeiro tempo do duelo contra a Colômbia ao tentar colocar a mão na bola após jogada de ataque.
2016
Foi difícil, mas a espera terminou. A Seleção Brasileira derrotou a Alemanha nos pênaltis (5 a 4), no Maracanã e conquistou a tão sonhada medalha de ouro olímpica. O único título que faltava para a equipe mais vitoriosa do futebol mundial. Mas como sempre, a taça veio com muito sofrimento.
Neymar abriu o placar para o Brasil aos 27 minutos e incendiou a torcida no Maracanã. A Alemanha empatou através de Meyer. A partida foi para a prorrogação e após persistir o empate em 1 a 1, a decisão foi para os pênaltis.
Foi quando brilharam duas estrelas. A primeira, do goleiro Weverton, que defendeu o quinto chute da Alemanha, de Petersen. A outra, novamente de Neymar, que mandou para as redes a cobrança decisiva e garantiu o título inédito para o futebol brasileiro.
2017
Em uma partida histórica, o Barcelona mostrou por que é um dos times mais respeitados do futebol mundial. Com atuação impecável de Neymar, a equipe catalã reverteu a vantagem de quatro gols do Paris Saint-Germain e fez o que parecia impossível: se classificou para as quartas de final da Liga dos Campeões.
Foi uma das poucas vezes na vida em que o super craque Lionel Messi apareceu num jogo decisivo do Barcelona apenas como mero coadjuvante do craque brasileiro Neymar Jr.

25 Comentarios

  1. Perfeito Marcondes, assisti o jogo, o juiz foi complacente com as faltas que ele recebia e ele lrritado só ficava no ouvido do Arbitro reclamando, o mes,o ocorria com Mbapé que é muito mais novo que Neymar não entrava nas provocações. Neymar se acha um semi deus, quando sente a dificuldade de uma partida fica irritadinho cheio de mimimi.Não está evoluindo mentalmente.

  2. Isso é típico de jogador brasileiro, perder a cabeça e ser expulso!

  3. Mudando de assunto, teve um gol de mão nessa rodada do BR, pouco mencionado pela imprensa. Cadê a coerência da mídia? Coitado do Jô, não esqueço da repercussão que teve.

    • Pois é, Vágner, até de bandido o coitado foi chamado. E a imprensa dormiu com a língua e as mãos cheias de sangue inocente (não que não tenha sido de braço, o gol, não é disso que se trata). E ainda tem quem diga que anti-corinthianismo é lenda urbana, rs……

      • Trata-se dele não ter admitido, para a imprensa, que fizera o gol de mão, dando o famoso “migué”. Incrível como ele foi massacrado pela mídia – discordei desde o início de toda a algazarra e hipocrisia -, e isentado por vocês, né? Que duvido se teriam toda essa complacência com um jogador que fizesse um gol irregular contra vocês, e mais: não reconhecesse o erro. Isso também não é incoerência? Aproveitando o ensejo, o que tem a dizer o “comentarista de arbitragem mais abalizado da blogosfera” sobre a atuação do árbitro adicional neste lance? Também alivia pra ele, assim como pra Jô?

        • Aquele árbitro adicional não viu o braço na bola, poi a trave impediu a visão. Isento a arbitragem toda, no lance…

          • Claro que isenta…, minha dúvida é se isentaria caso o erro ajudasse um time que você não gosta ou prejudicasse o 5ma11, rs. E Jô? Teve uma atitude honrada?

          • O Jô, até onde sei, admitiu o braço depois de ver o lance na tv, em câmera lenta. Mas eu não isento a arbitragem de tudo, não! Antes desse lance, deixaram de assinalar dois pênaltis para o Corinthians (um deles um ”ippon” do vaxcaino no Balbuena que a tv não mostrou, só vimos nas redes sociais; e o outro claríssimo, no próprio Jô, admitido pela maioria da mídia, embora “en passant”, é claro). O verdadeiro prejudicado foi o Corinthians, nesse jogo, coisa que a imprensa ignorou solenemente, como sói acontecer, nesses casos que nos envolvem em falsas polêmicas de arbitragem…

          • Errado! Ele admitiu depois de ter visto toda repercussão negativa. Jô foi o protagonista do lance, não precisava tê-lo visto em câmera lenta para ter certeza de algo. Não sentiu a bola bater? Isso, se não tiver feito intencionalmente. Mas a questão, aqui, na verdade, nem é essa Não estou crucificando ele, o que vi foi uma malícia dentro do aceitável da sua parte. O meu questionamento é de qual seria sua postura caso não fosse um jogador do seu time a se comportar dessa forma. Sim, porque, quando se trata do seu, você mexe os pauzinhos e até “manipula“ as informações para isentar o 5ma11 de qualquer culpa. Já com os outros, faz o contrário. Eu tenho certeza que se fosse um Rogério Ceni da vida a dar o migué que Jô deu, você falaria coisas do tipo: não esperava menos do líder de um time sujo como o SPFW; se cholorado: é bem a cara da gauchada que não se furtou em entregar um jogo para nos rebaixar e fez até churrasco; se porqueirense: é o espírito de porco que perdura desde o caso Lidu e Eduardo; se santista: é bem a cara desses meninos da Vila descarados e indolentes …, e por aí vai. Entendeu? Você é muitas vezes sem critério quando quer defender seu time e atacar os outros. Não que seja obrigado a ter, afinal de contas você é torcedor e não tem compromisso com a imparcialidade, mas se quer ser levado a sério tem que ter coerência, para até mesmo poder cobrar a imprensa nesse sentido. Às vezes você tem umas opiniões que se fosse na boca dos antis, você condenaria completamente. Mas nem percebe.

          • Você é uma cobradora implacável e deve ter coligido um banco de dados com frases inteiras e até ideias e opiniões minhas (incrível que guarde isso até hoje, passados quase 2 anos dos tempos do outro Blog do Marcondes), na vã tentativa de me pegar em contradição. Como não consegue, faz acusações genéricas e adota conclusões mais ou menos livres e arbitrárias, sem indicação de casos concretos em que me vali (ou teria me valido) do velho e desonesto expediente do ”um peso e duas medidas”. Mas eu a perdoo porque você é um caso anômalo, no bom sentido. Não é uma anti típica, virulenta, e busca a informação antes de utilizá-la (a interpretação às vezes peca um pouco). E se entrega acaloradamente ao debate, o que é uma virtude, um elemento distintivo de honestidade intelectual (chego a pensar que deveria fazer jornalismo e enveredar para a área esportiva, as mulheres estão em alta, nesse setor, embora ainda falte uma profissional mais qualificada). Pra sua idade, chega a ser surpreendente que consiga ver e até distinguir anti-corinthianismo na imprensa, textos tendenciosos dos jornalistas, opiniões clubistas, etc. Mas – palpite – eu acho que tive um papel nisso, rs. Confirma?

    • Cadê a sua coerência ao não livrar a pele de Pratto por não avisar o juiz sobre a irregularidade, como fez com Jô? Que sim, foi demasiadamente criticado, como já concordei, mas muito dessa repercussão se deveu a sua negativa em reconhecer o seu erro perante a imprensa., quando o questionou.

      • Meu comentário, foi em relação a falta de coerência e pouca repercussão da mídia, comparando um com o outro. Nem citei o nome do Pratto.

        • Muitos lances que nem envolviam o 5ma11 tiveram grande repercussão na mídia. Não se lembra do gol de mão de Barcos em 2012? Eu acho que já te expliquei o porquê da repercussão massiva nesse lance de Jô, e que ela se deveu muito mais a ele não admitir a irregularidade que o gol em si.

          • No caso do Barcos foi um pouco diferente, o árbitro apontou pro centro do campo, o quarto árbitro avisou, que foi mão. Daí a diante a Porcada entrou com recurso tentando anular a partida, claro movido pelo desespero pelo eminente rebaixamento. A repercussão se deu mais, pelo risco da partida ser anulada.

          • Mas você se esqueceu de dizer algo importante: por que a Porcada se revoltou pela anulação do gol? Por que houve desconfiança de uma possível interferência externa. Esse foi mote deles. Situação parecida com a do Santos, este ano contra o Flamengo. É incrível como 5ma11 nunca tem culpa de nada e está sempre sendo injustiçado. 5ma11, o imaculado. Rs…

  4. É, e o monstro saiu da jaula. Garoto mimado, tipicamente com DNA prantista…

  5. Você está entrando na onda de Paulo que insiste nessa balela de que isso é coisa de DNA santista, Marcondes? Eu já disse que não é! Que palhaçada é essa? Só tem jogador assim: temperamental, mimado, arrogante, pentelho e encapetado no Santos, é? Jogadores com comportamento similar, mas que não tem qualquer relação com a Baixada, existe aos montes. Por que nos outros times são, até, bem quistos, enquanto santistas são tachados dessa forma? Edilson Capetinha, Romário, Marcelinho Carioca, Paulo Nunes, Vampeta, Sassá, Jobson, Sheik, Edmundo, só para citar alguns, são exemplos. Podem não ter o mesmo nível de escrotidão moral de Neymar, mas é a mesma ideia, até porque nenhum desses tem a mídia dele, o que acaba provocando uma repercussão diferente. Só para citar um exemplo recente, o tal Gabriel que nunca nem passou por essas bandas, protagonizou um ato de extrema molecagem e babaquice ao fazer o gesto obsceno contra o timeco do Morumbi, todos viram. Aí, lá, ele é exaltado pela 5ma11tianada, que vibrou como se fosse um gol pela “ousadia” do rapaz, e ainda fez piadinhas com a saupalinada e sua fama de torcida cor de rosa. Quando um deles faz contra os outros: é massa. Quando é feito pelos outros, especialmente santista, vem querer dar lição de moral. Sheik na final da Libertadores mordeu o adversário. Lá é garra, espírito 5ma11tiano, o que “faz tudo pelo time”, o malandrão, mas e se fosse Neymar ou Robinho fazendo isso? Seriam massacrados de todas as formas e ainda jogariam culpa na nossa base como ineficiente na formação moral dos jogadores. É muito fácil tirar o corpo fora e dizer que todo jogador pirralho que existe por aí tem viés santista, mesmo que nunca tenha passado por aqui, e ainda dar interpretações diferentes para uma mesmíssima situação. Eu fico “p” da vida com essa hipocrisia e incoerência. Espero ter sido clara acerca dessa questão.

  6. Aline o Gabriel foi punido, repreendido por mais de 90%dos corinthians que não gostaram da atitude desnecessaria e pediu desvulpas.Neymar alguma vez pediu desculpas?

    • O problema, Adílio, é que esses 90% (se é que é tudo isso mesmo, pois não sei se foi tanta gente assim, contrária à atitude dele), afirmar que esse tipo de baixaria é “coisa de santista”, como se nós tivéssemos inventado isso. Seria a mesma coisa de dizer que quando um time ganha no apito um jogo, é “coisa de 5ma11”. Você gosta disso? E quanto a ele ter pedido desculpas, foram sinceras ou pra limpar sua barra depois que “deu ruim” pra ele?

  7. Olhe, Paulo, não queira me enrolar. Minhas acusações não são nem um pouco genéricas, pelo contrário, são bem endereçadas, até porque, acho difícil existir um torcedor igual a você (isso não é um elogio), logo, para poder rebatê-lo, é preciso usar argumentos bem específicos e um deles é confrontá-lo com suas próprias contradições. Só que você, quando é pego, parece que foge, seja me ignorando solenemente ou se fazendo de desentendido quando nega, ou diz não se lembrar de ter dito aquilo. E não existe nenhum banco de dados, além de ter uma verdadeira memória de elefante – você não é o primeiro a notar, já me disseram isso -, seus discursos são tão repetitivos, às vezes, que fica difícil não decorá-los, e você acaba se tornando um pouco previsível. Isso é o ônus de querer doutrinar alguém, rs. Mas já que você, novamente, e num só post, deu um baita migué e não me respondeu com a sua assertividade costumeira, fruto do seu enorme ego, e preferiu traçar meu “perfil”, acho que posso lhe dar o “troco”. Observações: tudo que vou falar é quanto ao torcedor Paulo, não à pessoa, já que nem lhe conheço para tanto. Só falarei seus defeitos, pois acho desnecessário enumerar os predicados de um torcedor com a sua autoestima. Prepare-se que é um textão. Você é extremamente arrogante! Esse é seu maior e mais evidente defeito. Acha-se o único merecedor das melhores coisas, só o seu time é digno de algo, não vê defeito em nada que cerca o 5ma11 (parece que ele é imaculado), e pior: muitas vezes força a barra e fala isso de uma maneira totalmente infantil. Como quando dizia que o 5ma11 “tem um lugar no mundo a alcançar”, – entre os maiores, obviamente, inclusive lembro que chegava até criticar o SPFW que um dia, achou que poderia superar vocês. O engraçado é que você fala que nós santistas temos raiva de vocês justamente por isso: que vocês tomaram nosso lugar como o maior time de todos, que deveria ser nosso já que somos o “time do rei”. Mas de onde você tira isso? Por que os outros não podem sonhar com seu lugar ao Sol? Por que tem que ser vocês? E fala isso com muita seriedade. Custa-lhe ver decência nos outros times, ou falta dela no seu, perceba! Para sustentar isso você, muitas vezes, é manipulador e ardiloso. Vale-se do seu grande conhecimento em arbitragem e palavreado bonito para explicar lances, que claro, são prejudiciais ao 5ma11 e benéficos aos seus rivais, para nos fazer crer que há sempre uma tentativa de ferrar vocês. Ficou se doendo porque eu falei que este BR estava pouco competitivo, sendo que ressaltei que isso mérito de vocês, e viu como desmerecimento. Mas não é desmerecimento você dizer que o BR2016 foi um campeonato fraco? Seja lá por qual motivo você falou isso. Você acha que só o 5ma11tiano é apaixonado, como senão houvesse torcedores fanáticos noutros times e que todos os 5ma11tianos fossem fanáticos. Você é um pouco piegas. Desculpe-me a franqueza, mas você endossa as frases de efeito da 5ma11tianada, que convenhamos, às vezes, passam do ponto. Vem com papos do tipo: origens humildes, time de operários, que é injustiçado porque no NE não passa jogos do 5ma11 e sim do Flamengo, dentre outros. Exalta, com um indefectível coitadismo, qualquer episódio de uma rivalidade normal, carregando nas tintas para deixar o caso ainda mais dramático e, assim, se valorizar. Você é anti enrustido! Torce para os outros times se darem mal, zomba deles, mas faz questão de esconder isso para não valorizá-los, querendo transparecer uma certa indiferença. Você é intolerante! Não aceita que te contrariem, não aceita que alguém tenha uma opinião que, de alguma forma, não enalteça o 5ma11. Mesmo que ela seja fundamentada ou parta do gosto pessoal. Como quando não gostou quando eu disse não achar o Itaquerão bonito. Ao mesmo tempo, quer estar sempre na alça da mira do torcedor, ser criticado, achincalhado, pois na sua cabeça, isso é uma prova de quão importantes e invejados vocês são. Certa vez, quando eu estava numa fase irônica, você disse que me preferia séria e indignada, posso estar errada, mas acho que desta maneira, mostrando “descontrole”, você se sente poderoso, e que está “judiando dos antis”, que você adora, não é mesmo? Ainda quanto à falta de tolerância, nem mesmo admite ser contrariado por 5ma11tianos. Quando o é, tende a chamá-los de ingênuos, “que não sabem direito o que é o 5ma11”. Lembro-me de uma treta que você teve com Lucass14, se não me engano foi por você reclamar da arbitragem do 5×1 que tomaram do Santos ( ah vá, você reclamando de arbitragem? Rs). Aí, ele disse que era muito fácil jogar a culpa no juiz e não ver os defeitos do time, você não gostou e no final disse que ele não sabia o que estava falando e você, por ter muitos anos de 5ma11, via coisas que os outros não viam. Deve ter sido difícil ser contrariado por alguém e simplesmente não poder chamá-lo de anti, né? Ou seja, você se acha o dono da razão, apesar de já ter dito que não. Mas nunca te vi dar o braço a torcer, então… Você é incoerente. A primeira incoerência ocorre quando você não se define sobre o seu discurso de 5ma11tiano. Exalta o raiz, o sofredor, que gosta de suar a camisa e ralar a bunda no chão e da emoção até o último segundo da partida. Mas, às vezes, se mostra nutella, que quer recordes, alto-eficiência, mordomia, se gaba de um estádio com banheiro de mármore, que quer estar no mesmo patamar dos gigantes europeus. A segunda é o famoso um peso e duas medidas que você já citou. Essa sua postura em relação a Jô, pra mim, foi sintomática. Você passou a mão na cabeça dele, quando eu tenho certeza que faria diferente caso fosse jogador de outro time. Desceu o sarrafo em Neymar para respingar no Santos nuns posts atrás, e se absteve de comentar o comportamento de Gabriel, que foi igualmente moleque no Majestoso. Por fim, você pode simplesmente ignorar esse meu textão, o que é o mais provável, ou aproveitar para fazer uma reflexão, exercitar sua autocrítica e se tornar um torcedor menos paranoico e mais relax.
    Que PM dramática e exagerada. Eles não têm moral pra cobrar qualquer coisa de um cidadão comum. É uma instituição totalmente desmoralizada, muito por culpa do Governo que não investe o que deveria, é verdade, mas são sabidos os casos de corrupção, abuso, desrespeito e incompetência por parte deles, inclusive com envolvimento com traficantes que eles tanto dizem combater. E aí vem com um textão cheio de “não me toques” desse? Pelo amor de Deus. Achei que pagaram micão.

    • Os dois comentários ficaram juntos, rs.

    • Meu Deus! Você me passou no seu divã, menina! Só que pra psicanálise você não é tão boa assim, rs (já disse, tente o jornalismo!). Nem sei se rebato pontualmente ou genericamente, o que disse (e me sentou a ibirapema, rs), já que pra rebater pontualmente teria que subir a página toda hora, pois a minha memória não é tão prodigiosa assim. Fiquemos então com as definições vagas (e, cá e acolá, uma menção pontual do que me lembrar)! Ou melhor, com aquela principal, citada de forma mais contundente e clara, e nominada por você como o meu “principal defeito”. Não sei por que me acha arrogante. Eu só defendo o meu time que, sim, é perseguido pela imprensa e pelos antis (por razões que já discuti e não quero tornar a elas, de ordem clubista e comercial, e que, tenho certeza, você entendeu – de um modo até inusual, por ser mulher e jovem). Você não defende o seu? O que estamos fazendo aqui, então? Talvez isso pareça arrogante, pra você, mas procuro fazê-lo de forma articulada e com argumentos, que considero bons, por ser torcedor há décadas e ter construído, nesse tempo, uma consciência crítica altamente desenvolvida (ok, olha a arrogância,aí!). Mas não me acho incontestável. Aqui e ali, vou exagerar, ou omitir alguma coisa ou fato. Mas isso faz parte do processo retórico. De resto, embora você conteste, procuro ser coerente, sim (e acho que tenho conseguido, como você mesma admite, ao me tachar de repetitivo). Autocrítica eu tenho. Só não me vejo obrigado a concordar com as imputações que considero inadequadas ou exageradas. Paranoico eu sou, um pouco. Todo corinthiano consciente é. Quanto a me tornar um torcedor mais “relax”, não me considero estressado, acho você até mais, se quer saber. Pelo menos eu nunca xinguei ninguém. Quanto ao tal Lucas, rapaz que frequentava o Blog, não me lembro da discussão a que você se refere, mas eu considerei, por certo, inadequados os argumentos dele (se me lembro bem, ele se dizia corinthiano e, ao mesmo tempo, ”era” torcedor de um time inglês, e eu devo tê-lo admoestado, por isso, certamente). É isso. Espero ter respondido.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare