“O Corinthians vai quebrar. Eu poderia dizer aqui que vou montar um super time e não montar, ou dizer que vou montar, monto e quebro o clube. O modelo de gestão está ultrapassado, nós estamos propondo o modelo que é factível para o Corinthians. Colocar o Corinthians nos trilhos e não conquistar um título a cada dois anos, mas ser protagonista do futebol mundial”, MÁRIO GOBBI, candidato à sucessão de Andrés Sanches no Corinthians.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare