Pode ser apenas uma coincidência, mas você já reparou que alguns investimentos feitos pelos três grandes clubes de São Paulo mostraram-se inadequados e deficitários? Mais coincidente ainda é observar que a origem de três dessas “apostas” vieram do Paraná, mais precisamente do Athletico, que fazia uma boa campanha temporada passada e, por conta disso, colocou esses nomes “na vitrine”.
Refiro-me especificamente a três nomes: o técnico Tiago Nunes; e os atacantes Pablo e Rony, contratados respectivamente por Corinthians, São Paulo  Palmeiras. Com eles (ou graças a eles) o Athletico estava “voando” em todas as competições que disputava.
No entanto, nenhum deles deu certo em Sampa. Se os cartolas do “Trio de Ferro” paulista pudessem voltar no tempo, com toda a certeza pensariam duas ou três vezes antes de gastar tanto dinheiro.
Mas, infelizmente, a regra do jogo é esta: o investimento no futebol – seja aqui ou na Europa – e absolutamente imprevisível.

3 Comentarios

  1. Quando o time é entrosado, qualquer um joga bem. Ou um jogador mediano/ bom se sobressai.

  2. Marcondes, existem jogadores de um clube só. Aqui no Rio, o Flamengo teve uma experiência parecida com Marcelo Cirino. No Athletico-PR era um craque. No rubro-negro era um peladeiro.

  3. Três clubes grandes? Dois rebaixados e um que há tempos não ganha nada. O Santos é tão ou maior que todos eles.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare