O Fluminense tinha o jogo aparentemente  controlado, mas vacilou no confronto com o Barcelona de Guayaquil, o Barça genérico, que não tem craque nenhum.
O empatou em 2 a 2 por muito pouco não o complicou na Libertadores . Após abrir o placar com Gabriel Teixeira no primeiro tempo, o Tricolor viu o jogo tomar ares dramáticos quando Adonis Preciado igualou tudo na segunda etapa. Nem mesmo a expulsão de Emmanuel Martínez minutos depois foi capaz de aliviar a pressão para a equipe de Roger Machado. Mesmo com um a mais, o Flu sofreu a virada com gol de Cortez de pênalti, após Nino derrubar Garcés na área. Nos minutos finais, porém, Fred, também em cobrança de pênalti, deslocou o goleiro Burrai para colocar o Fluminense novamente na disputa.
Na semana que vem, no Equador, que baixe no Fluzão o espírito de Buenos Aires. Aquele espírito que levou o Tricolor carioca a botar na roda ninguém menos que o poderoso River Plate, lembram?

1 Comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare