Foi, com toda certeza, o mais atípico de todos os campeonatos. Para início de conversa, a  pandemia provocada pela Covid-19, tirou os torcedores dos estádios. Isso teve influência na campanha de times como o Corinthians, por exemplo, só para citar um exemplo.

Mas o Brasileirão/20 teve momentos em que tivemos a impressão de ue ninguém estava a fim de ser campeão. O Atlético de Sampaoli, que começou arrasador, aos poucos foi perdendo o gás e ficou para trás. O São Paulo de Fernando Diniz foi líder até o Reveillon, mas entrou em profunda depressão em 2021.

O Inter de Abel Braga tomou as rédeas,  ficou 14 rodadas na liderança, mas foi superado no confronto direto com o Flamengo na rodada 37. E, nesta super-quinta-feira de futebol, eis que o Flamengo deu a impressão de que também não estava a fim de levantar a taça de campeão.

Foi ajudado pelo Inter, que, em casa, não teve controle psicológico para derrotar o desmotivadíssimo Corinthians.

Então, o Flamengo que não vence o São Paulo desde 2017, perdeu para o Tricolor mas, mesmo assim, sagrou-se campeão.

No fundo, no fundo, em tempo de pandemia, ninguém mereceu ganhar esse título .

2 Comentarios

  1. Inter tombadaço. Não esperava essa derrota do Flameco pro Timeco do Morumbi. Muita incompetência dos postulantes ao título. Um campeonato de pontos corridos eletrizante até o final.

  2. Em um campeonato em que a irregularidade foi regra, o favorito Flamengo acabou o campeonato. Nunca mais teremos um campeonato igual a esse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare