No Globoesporte.com – As irregularidades em transações apontadas pelo Grupo Globo envolvendo o Cruzeiro no ano passado podem acarretar sanções ao time mineiro. Atualmente, a legislação esportiva permite que apenas os clubes possuam direitos econômicos de atletas. Entretanto, na reportagem, foi mostrado que o Cruzeiro cedeu parte dos direitos econômicos de 10 jogadores – sendo um deles um menor de 12 anos – ao empresário Cristiano Richard dos Santos Machado.
Em entrevista ao Grupo Globo, o advogado e professor convidado de cursos de pós-graduação e MBA em Direito Desportivo e Trabalhista, Bichara Abidao Neto, explicou como funciona a cessão de direitos de atletas e quais sanções um clube pode sofrer.
– Os direitos econômicos, hoje, podem pertencer ao clube que detém – que detinha – o registro, o vínculo do jogador anteriormente: clube anterior do atleta. E, a partir de primeiro de junho (de 2019), a Fifa vai alterar o regulamento dela. Os atletas deixam de ser considerados terceiros e passam, voltam a ter o direito de possuir os seus direitos econômicos. Mas a Fifa proibiu, a partir de maio de 2015, a participação de terceiros nos direitos econômicos dos atletas. Só os clubes que detinham o vínculo desportivo desses jogadores podiam deter direitos econômicos. A partir de maio de 2015, só eles. E agora, a partir de primeiro de junho de 2019, os atletas voltam a ter esse direito, em função da alteração que a Fifa passou no regulamento dela – explicou Bichara.

4 Comentarios

  1. Se for para punir apenas o Cruzeiro não adianta porque vai parecer uma perseguição pessoal da Globo contra o Clube. Todo mundo sabe que o futebol brasileiro está atolado até o pescoço na lama da corrupção. Tem que se investigar todos: dirigentes, clubes e federações!

  2. Matéria incompleta…mas, se os atletas passarão a ser os únicos detentores de seus direitos econômicos, os “empresários” voltarão a ser seus procuradores – o que, na verdade, conceitualmente, sempre foram. Ou seja, tudo como dantes no quartel de Sanchez, ops, digo, Abrantes…

  3. Se for investigar a fundo o futebol brasileiro, vão encontrar muita sujeira!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare