O Palmeiras passou, mas quase nos fez sentir de novo aquele gosto amargo dos 7×1. Difícil imaginar que um time que jogava em casa, com uma vantagem (sem trocadilho) monumental, conseguida em Buenos Aires, pudesse ser tão covarde como foi o Palmeiras de hoje.

Perdeu de 2×0, mas, cá entre nós, além de tomar um banho de bola, ainda contou com a boa vontade do VAR. Um gol e um pênalti anulados que poderiam perfeitamente ter sido validados.

Foi por pouco, muito pouco, pouco mesmo. O Palmeiras escapou fedendo. Mas alguém já disse que é melhor escapar fedendo do que morrer cheiroso.

Graças ao VAR

5 Comentarios

  1. Essa molecada do Palmeiras tremeu, saíram de campo todos com as cuecas cheias. Contrataque de 3 contra 1 do River o camarada consegue apanhar da bola e entregar para o adversário.

  2. O Santos que não se cuide e não entre muito bem preparado psicologicamente que vai tomar essa pressão.

  3. Pois é, acho que a responsabilidade pelo excelente resultado jogou uma pressão muito grande neles, que não souberam controlar. Foi por um triz, e seria um senhor vexame.

  4. Eu espero que Cuca tenha sabedoria para orientar os jogadores nesse jogo de hoje, pois vai ser uma guerra.

  5. Independente se o adversário do Verdão na final será o Santos ou o Boca, o fato é que o Palmeiras não merece esse título. O futebol apresentado ontem foi de doer. O River merecia ter ganho de quatro pra cima e no primeiro jogo o placar foi mentiroso, visto que os gols dos palmeirenses sairam todos de falhas dos defensores do time argentino.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare