1 Comentário

  1. Eu admiro muito essa rainha. Penso no quão obediente e leal ela foi a sua família e seu povo. Imagino que em algum momento possa ter tido a vontade de ser uma plebéia, escolher outro destino, jogar tudo para o alto e seguir sua vida longe de tamanha responsabilidade e cobrança. Acho que o fato de sua irmã ter sido a “ovelha negra” da família, por não se adequar aos protocolos, a intimidou ainda mais. Sempre compenetrada, tendo que assumir uma postura reta para não decepcionar sua família e súditos, administrando conflitos e, possivelmente, abrindo mão de muita coisa. A jovem futura rainha da Espanha, terá o mesmo destino. Desde a infância já treinada para assumir uma enorme responsabilidade. Não deve ser fácil não ter escolha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare