Estamos cansados de ouvir falar que o Corinthians sempre é beneficiado pela arbitragem.
Pois hoje, jogando em casa, aconteceu o contrário. Num lance precedido de impedimento, marcaram um pênalti para o Inter, convertido por Edenilson.
O Corinthians fazia um bom primeiro tempo, com ótima atuação de Mosquito, mas – abalado pelo apito inimigo – foi perdendo fôlego  e só chegou ao empate aos 35 do 2º tempo.

“Complicado né. Estava em posição irregular. A explicação é que ele não estava na jogada e eu estava na frente dele e derrubei. Não adianta reclamar agora. A gente fica triste, porque fizemos uma boa partida, criamos bastante chance, conseguimos o empate. Mas o erro acaba atrapalhando. Isso não justifica, erguer a cabeça. Agora é esquecer o jogo que já passou. O bom trabalho exige resultado, mas todo mundo tem consciência tranquila que estamos trabalhando bem. A gente se alegra sim pela evolução que está tendo. Torcida cobra, normal, mas ficamos felizes que estão do nosso lado”, disse Jô, envolvido na polêmica do pênalti e, posteriormente, autor do gol de empate.

Os dois times, que buscavam reabilitação, ficaram só na vontade.

6 Comentarios

  1. Marcondes, pior que o erro de arbitragem absurdo, foi a tentativa do sr comentarista de arbitragem da Globo (no Premiere e geral), Sálvio Spínola, de justificar o erro. Algo surreal e atípico…Lance paradigmático de escola de arbitragem. Aliás, praqueles que acham que existe isenção na imprensa – e nos comentários de arbitragem, especialmente -, este jogo foi um divisor de águas…

  2. O Corinthians tem sido vitima do Var. Qualquer dúvida o VAR decide contra o Corinthians, já foi 2 vezes contra o flamingo e agora contra o DVD.

  3. Melhor comentário sobre o lance eu ouvi do Rofer Flores, agora no Troca de Passes.

  4. Um dia é da caça e outro do caçador. 🤡

  5. Adílio, o Flamengo é o campeão do VAR, e, contra nós, já foi beneficiado umas 5 vezes. Na única a nosso favor, foi num lance de lateral visível a olho nu, na transmissão, e do lado do bandeira, na Arena. Depois, no mesmo jogo, teve um VAR que anulou um gol do Gil de cabeça num lance pra lá de suspeito (aquele VAR a nosso favor foi a dica pro VAR contra que veio depois, na tentativa de demonstrar isenção). Aliás, a própria estatística, nos jogos do Flamengo e contra nós, em especial, trabalha contra a idoneidade do VAR. Nem precisa ser matemático pra saber. VAR, por sinal, que deu o título ao Flamengo ano passado…As nossas últimas diretorias são boas pra fazer rolo, mas pra ver os rolos do VAR contra nós não servem…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare