“Existem poucos jogadores, talvez só Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar, que conseguem um impacto significativo nas finanças além do campo. Um jogador dessa dimensão traz um impacto significativo nas finanças – em termos de se pagar quase sozinho independente de valor – e ainda ajuda o time a atingir um novo patamar”, OMAR BERADA, diretor de operações do Manchester City.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare