“Eu acho que não falta qualidade a Jorge Jesus, só que a gente não precisa que ele treine a Seleção Brasileira. Qualidade é sempre bem-vinda, ele fez um trabalho maravilhoso no Flamengo. Acho que a Seleção está muito bem com o Tite. Isso nunca passou pela minha cabeça, ter um técnico estrangeiro dirigindo a Seleção Brasileira. Um dia, talvez, ocorra, mas não acho que agora é o momento. Se eu fosse o presidente da CBF, eu manteria o Tite. Eu nunca vi um treinador chegar tão prestigiado na Seleção Brasileira como o Tite chegou. Era unanimidade. Não ter vencido a Copa da Rússia, foi eliminado pela Bélgica… No segundo tempo, o Brasil fez um gol, tivemos chances de mudar o resultado do jogo, mas fica o resultado. Fomos eliminados nas quartas mais uma vez, e você sabe que o resultado, aqui no Brasil, fala muito alto. (…) Eu acho que a gente tem que acreditar ainda no trabalho dele. Eu daria um crédito, não pensaria em mudar”, CARLOS ALBERTO PARREIRA.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare