Mídia peruana lamenta goleada e espera que o time consiga classificar-se como melhor terceiro
As intenções do técnico Tite ficaram claras com a escolha de jogadores com características bem ofensivas. Ele pôs em campo quatro atacantes para agredir a seleção do Peru.  Gabriel Jesus, Firmino, Everton e Coutinho, esse último com a missão um pouco mais de armador.
Mas era uma escalação diferente. Estava claro que ele queria se reabilitar perante seus críticos, perante a torcida. O Brasil precisou de 5 minutos para se encontra no jogo e abrir caminho para uma boa goleada.
Interessante que todos jogaram bem. Foi uma das melhores exibições da seleção sob o comando de Tite. Tomara que seja um divisor de águas dentro da Copa América, porque o próximo desafio já será eliminatório, matar ou morrer. E pode ser a Argentina.
Ficaram algumas certezas após essa boa vitoria sobre o Peru:
  • Everton Cebolinha é titular;
  • Daniel Alves é um monstro;
  • Arthut, apesar da pouca idade, parece um veterano;
  • Gabriel e Firmino podem jogar juntos (Tite sempre resistiu a essa idéia)
  • Richarlison e David Neres dificilmente retomam seus lugares no time titular;

8 Comentarios

  1. Excelente jogo da Seleção, jogamos o mesmo futebol das eliminatórias. Se jogarmos um futebol coletivamente como hoje, já que não temos craques pra apelar pro individualismo, temos tudo pra ganhar essa Copa América.

  2. Arena Corinthians, sempre deu sorte pra Seleção. Rsrsrs.

  3. Tite é o cara, muitos comentaristas profissionais vivem queimando o mesmo.Só no Brasil um técnico com os números , aproveitsmento, do Tite é crticado e até pedido para ser retirado da Seleção. Eu até dou uma força, desde que ele volte para o Corinthians, acho que isso é falta de respeito com o ser humano extremamente profissional.

  4. Muito instável! Não é uma ou duas goleadas que vai mudar a percepção e nem trazer de volta a confiança que o brasileiro tinha na Seleção, apesar do otimismo (e por que não dizer ilusão?) de alguns…
    Todos nós ainda temos pesadelos com os 7 x 1, como se aquilo – não necessariamente a goleada mas a humilhação – pudesse ocorrer novamente a qualquer dia. Junta-se a isso os recentes escândalos da CBF, do Neymar, etc…
    Infelizmente, mesmo com um possível título, ainda demorará anos para essa mágoa e frustação que desenvolvemos pela Amarelinha passarem…

  5. E que bagunça essa organização da Copa América, hein!? A CONMEBOL a cada dia se supera mais!
    Por que colocaram dois jogos da Seleção para SP em menos de duas semanas? Aqui no Rio mesmo, já está completando 6 anos sem jogos do Brasil. Só virá ao Maracanã se ir pra final. Uma tremenda palhaçada!

  6. Eu não me iludo. Sei que, diante de uma seleção bem armada e motivada – até mesmo a Marrentina, nosso pior adversário possível, independentemente da fase, seguido dos cucarachos ao sul do RS – nada está garantido. Mas também não ligo muito pra essa CA. Depois dos 1×7, o que vier é lucro. Mas tenho que concordar com o Adílio quando ele diz que, com os nºs do Tite, ele simplesmente não poderia ser criticado. Pelo menos não, em qualquer outro país civilizado. Por aqui, há o ranço anticorinthiano – vide Mauro César Mulambo e Sábio Sormani, a mula que disse que Sanchez, quando diretor de futebol da CBF, convocou Neymala pra cansá-lo para os duelos contra o Corinthians, pela Cucaracha Cup, em 2012, e depois teve que se retratar e enfiar o rabinho entre as pernas…

  7. Dunga teve um rendimento excelente na sua primeira passagem pela seleção. Ganhou dois títulos, apesar do futebol feio de doer. Ainda tinha o plus de não ser submisso a imprensa ou a jogador-estrela. Ainda assim, foi massacradíssimo e chamado de burro. Mas o coitadinho/ perseguido é Tite. Ótimo. 👏👏👏👏

    • Lembro que foi no programa humorístico Pânico na TV, na época passava na Rede TV, que começaram a chamar o Dunga de burro. Daí em diante a imprensa esportiva fez seu trabalho sujo, com o processo de fritura. Gostei da primeira passagem dele na Seleção. Mesmo sendo eliminado na Copa nas quarta, aquela eliminação pode colocar na conta do goleiro Júlio César e do Felipe Melo pelo seu destemperamento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare