O ex-piloto  Nelson Piquet retomou uma história antiga em relação a sexualidade do piloto  Ayrton Senna , que morreu em 1994, aos 34 anos, em um acidente durante o Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, na Itália.

O Portal IG repercutiu entrevista de Piquet ao canal de YouTube de Júnior Coimbra, onde afirmou que seu grande rival, e com quem tinha uma série de desavenças, era gay e se casou com mulheres apenas para enganar a mídia.

“O Senna passou quase três anos na Fórmula 1 e ele não tinha nenhuma namorada. Tinha um cara chamado Junior que vivia do lado dele e aí, o pessoal contou a história toda”, diz.

O ex-piloto também revelou como começou todo o problema entre ele e Senna, que o processou por difamação.

“A história é muito simples. A confusão não começou de mim pra ele, começou dele pra mim. Na verdade, foi um jornalista de um jornal do Brasil. Em 87, quando eu ganhei o campeonato, o Senna que dava entrevista todo dia e toda semana. Ele sumiu. E voltou nos testes de outubro até os testes do final de Janeiro no Rio de Janeiro. Se ele não sumisse, eu não teria espaço na mídia brasileira mesmo ganhando o terceiro campeonato do mundo. E o jornalista perguntou: você concorda com isso? E a única frase que eu falei e que saiu da minha boca foi: ah, vai perguntar pra ele porque ele não gosta de mulher. Foi a única coisa que eu falei! Ele escreveu uma matéria grande, dizendo que eu toquei na sexualidade dele”, prosseguiu.

Ainda de acordo com Piquet, após o ocorrido ele recebeu uma ligação do seu advogado, que afirmou que descobriu uma coisa. “O Senna foi casado e o casamento foi anulado. Eu perguntei o que significava isso e ele me explicou que só tem duas maneiras de anular um casamento. Não consumação ou traição pelo mesmo sexo”, afirmou o piloto.

Diante da repercusão, Piquet diz que “jogou a merda toda no ventilador”.

“O manager dele me pegou, me tirou fora e falou pra gente parar com essa baixaria. Eu respondi: baixaria quem começou foi vocês. Quem me processou foram vocês. A única coisa que eu falei era pra perguntar pra ele porque ele não gosta de mulher. Ele está há três anos na Fórmula 1 e não tem uma namorada”, concluiu.

Mesmo duas décadas após sua morte, Senna continua sendo um dos pilotos de Fórmula 1 mais famosos de todos os tempos.

3 Comentarios

  1. Por que as pessoas gostam de desenterrar essas coisas? O homem já morreu há quase 30 anos e alguém ainda acha por bem criar polêmica com algo tão nada a ver? Ranço.

  2. A questão é o que ganha Piquet com isso? E se Senna realmente era homossexual? Anulará todas as conquistas e a fama que ele obteve? Como dizia Tom Jobim: Ter sucesso no Brasil é uma ofensa.

  3. A inveja é uma mer..

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare