Nesta quinta-feira, e surpreendentemente por diferentes razões, foi um dia sombrio para dois médicos que haviam tratado Diego Maradona recentemente.  O colombiano Mauricio Vergara, que o tratou como parte de uma equipe que procurava perder peso, foi preso por tráfico de cocaína como parte da gangue internacional de Edwin Congo.  Mas, à tarde, outro escândalo estrelou um médico do Ten, Rubén Mühlberger, conhecido por tratar muitas celebridades do show vernacular, também caiu prisioneiro depois que sua clínica foi fechada por graves irregularidades.
Mühlberger, promotor do que chama de “terapia ortomolecular” promovida por Moria Casán, compareceu a Diego, pelo menos, entre 2016 e 2018. E o atual técnico de Gimnasia até dedicou carinhosos carinhosos: “Ele é o médico que eu precisava  Cada uma de suas palavras transmite amor e sabedoria. É por isso que digo que ele é meu médico e o encontrei no meu melhor! “
Na inspeção realizada hoje pelo Ministério da Saúde na clínica localizada no bairro de Retiro, em Buenos Aires, foram encontrados medicamentos vencidos, resíduos patológicos tratados incorretamente e médicos estrangeiros sem autorização, além de o mesmo espaço estar fora de ordem para atender os pacientes  , algo que foi descoberto em flagrante.
Em março, Muhlberger foi amplamente criticado por afirmar no canal americano que ele tinha uma cura ou método para prevenir o coronavírus, convidando as pessoas a ligar para ele para contratá-lo.

1 Comentário

  1. Maradona mais um comunista que gostaria de ver até as folhas de marijuana vermelhas.Um cara que defende os dirigentes da Prisão Cuba e o Carrasco Venezuelano Maduro é sinal que nunca teve cérebro ou já está corroído. UMA das formas de saber se um país é bom e democrático, é só deixar as fronteiras abertas e colocar faixas na rua: “Ame-o ou Deixe-o”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare