Captura de Tela 2017-07-10 às 05.41.30
No jornal O Globo – O major Hilmar Faulhaber, do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe) da Polícia Militar do Rio de Janeiro, que comandou o policiamento no clássico entre Vasco e Flamengo, afirmou neste domingo que acredita que as bombas atiradas no gramado de São Januário, após o jogo de sábado, provavelmente não estavam com os torcedores no momento da revista para a partida do Brasileirão. Segundo Faulhaber, a quantidade de artefatos era “muito maior” do que em outros jogos e que é possível que tenham entrado em São Januário via funcionários do clube mandante ou vendedores ambulantes. O major, no entanto, ressalta que não houve desleixo por parte da polícia e que não acredita que o clube tenha incentivado esse tipo de ação.
“As pessoas que trabalham no estádio chegam antes do policiamento e podem ter entrado com as bombas escondidas. Ou até em dias anteriores ao jogo. São cerca de mil pessoas. Quem garante que essas pessoas não tem ou não tiveram relação com as organizadas? Não sei dizer se o clube faz revista em seus funcionários. Porque a quantidade de bombas era muito maior do que a de outros jogos. Não foi normal, eram muitas bombas – declarou Faulhaber, que disse que após o episódio “ligou-se o sinal vermelho, de alerta”. – A revista, feita por nós e por seguranças privados contratados pelo Vasco, não pega tudo, claro. Passa alguma coisa escondida em sapato e roupa íntima, por exemplo. Mas ontem (sábado) essa quantidade foi enorme. Repito, não foi normal”.

1 Comentário

  1. Vai ficar um jogando a batata quente pro outro e nada vai ser resolvido. Já nem se sabe quem deveria ter feito a revista, se o Vasco ou a PM, ninguém quer assumir a responsabilidade dessa selvageria horrorosa. Dá muita raiva ver esses bandidos descamisados quebrando banheiro químico, jogando bomba nos outros e tentando invadir o gramado, só por diversão. Sim, porque eu duvido que isso aconteceu só por indignação de ver o time perder o clássico. O Vasco num tá nem tão mal na tabela, e o Flamengo é bem melhor que eles, não é possível que não imaginaram que o time poderia perder esse jogo. Às vezes penso que esses babacas até torcem pro time perder e aí têm a desculpa pra fazer essa baderna toda. Inacreditável a que ponto pode chegar o ser humano.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare