O jogo mais emocionante da 37ª rodada certamente foi o de Campinas. A Ponte Preta acabou merecendo ser rebaixada, num confronto de vida ou morte contra o Vitória. Depois de abrir 2×0, deixou o time baiano virar o placar dentro de casa.
O jogo terminou em tumulto, com muitos torcedores invadindo o gramado para tentar agredir os jogadores e entrando em conflito com policiais militares.
Vamos olhar pelo lado positivo: teremos em 2018 a reedição do clássico Guarani x Ponte Preta, valendo pela Série B. Não é nada, não é nada…
Esta “apalpada” de Rodrigo em  Rodrigo Trellez provocou a expulsão do zagueiro e foi decisiva na derrota da Ponte Preta
Esta “apalpada” de Rodrigo em  Trellez provocou a expulsão do zagueiro e foi decisiva na derrota da Ponte Preta

8 Comentarios

  1. Que horror aqueles abutres invadindo o campo. Claramente não são torcedores, queriam apenas fazer muvuca. Isso é o que dá mais raiva. Provavelmente a Ponte vai ser punida por causa de idiotas que vão pro estádio só fazer confusão e não torcer de verdade.

  2. A Ponte sofreu o mesmo castigo do Meiguinho, Bostinha e Prantos: só jogou contra o Timão! Está mais do que na hora de repensarem isso…

    • Até quando você vai insistir nisso? Eu acho que você não engoliu a derrota incontestável pro Santos, que segundo você, só consegue vencer na Vila com ajuda do árbitro, aí, fica nessa de espalhar que, podemos até ter vencido vocês, mas à custa da vaga na Libertadores. Claro, você nunca quer sair por baixo, né? Isso é tão você, Paulo. Rs.

      • Vou insistir até que esses times acordem pra vida. Dá raiva isso, sabe? Nego levanta até da tumba pra jogar conta nós…

        • Não sei até que ponto isso te incomoda, já que você se aproveita dessa situação para se valorizar. Só acho que quando se é o time a ser batido, é natural os outros se empenharem mais para vencê-lo. Este ano, em especial no primeiro turno do BR, o 5ma11 foi esse time, uma vez que estava em grande fase e, ainda, tinha o fator invencibilidade. Já foi o Timeco do Morumbi na década passada com Muricy, quando eles ficaram 26/27 jogos sem perder; o Santos de 2010, que podia não ter esse lance de invencibilidade, mas era o time da moda, que desafiava os demais, e por aí vai. Ainda acho forçado, da sua parte, dizer que esses times só jogaram contra vocês, o que, por sinal, é uma meia verdade, admitida por você mesmo, inconscientemente, ao dizer que quando afirmou isso em relação a Botafogo, Santos e Ponte, estava falando apenas do segundo turno. Eles não correram no primeiro turno? Como pode afirmar que só jogaram contra vocês, então?

      • Eu não disse que só ganham lá no apito. O que eu digo sempre é que, a cada 3 partidas, em uma seremos roubados, na média. Foi a única derrota merecida nossa, no Campeonato, exatamente pelo empenho de vocês (Meiguinho e Bostinha também jogaram melhor, mas houve a indefectível ajuda do apito, Bahêa não houve erro de arbitragem mas achei jogo pra empate).

  3. Um jogador em final melancólico da carreira, Rodrigo deu razão para que o Milton Mendes ter dispensado do Vasco. Quem tinha Razão Milton Mendes ou Rodrigo?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare