Final da Copa do Mundo de 1950.
O Uruguai tornou-se campeão e eternizou o `Maracanazo` pela vitória sobre o favorito Brasil. Aconteceu há 70 anos e  o futebol brasileiro nunca curou totalmente as suas feridas.
 
Semifinal da Copa do Mundo de 2014.
A Alemanha impôs uma humilhação ainda maior ao nosso futebol, com os 7×1 no Mineirão. É quase impossível que aconteça tragédia semelhante nos próximos mil anos.
 
E se algum dia já tivemos admiração por uruguaios e alemães, atualmente surgem outros motivos – fora do futebol – que podem nos causar o mesmo sentimento, e até uma considerável dosagem de inveja:
 
CORONAVIRUS
Com apenas 45 mortos por Covid-19, o Uruguai é um verdadeiro paraíso no inferno da pandemia. Cercado de vizinhos em situação caótica (inclusive, e principalmente, o Brasil), o Uruguai investiu no rastreamento de casos, manteve forte rigor no distanciamento social, e, economicamente, será o país menos afetado na América do Sul.
 
MORDOMIA POLÍTICA
Angela Merkel, chanceler alemã desde 2005, é considerada a mulher mais poderosa do mundo, líder da   União Europeia. Pois saiba que ela não recebe nenhum serviço gratuito do estado. Absolutamente, nenhum. Nem moradia, nem luz, nem água, nem gás, nem telefone… Todas as suas despesas pessoais são pagas do próprio bolso.
Já no Brasil…

2 Comentarios

  1. Não desmereço a conquista do Uruguai em relação ao vírus, mas é um país menor, acho que o controle se torna mais efetivo. No Brasil além de um presidente que dá um péssimo exemplo, os próprios brasileiros têm dificuldade em seguir regras. Essa questão da Alemanha é um sonho impossível aqui no Brasil, infelizmente.

  2. Uruguai
    60% funcionário publico
    Metade da população no entorno de Montevideo
    O resto,vem ao Brasil ser atendido, onde a saúde eh grátis e o atendimento, universal

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare