“Eu acho que a confiança depositada em nós [treinadores argentinos], por uma questão muito prática, nós temos uma formação multicultural, a gente vai além das fronteiras. A formação não só dentro do curso de treinadores, a formação integral. O ensino fundamental, o ensino médio. Temos uma base muito forte, muito exigente, muito complexa, muito difícil. Então isso vai transformando o profissional, seja qual for a sua decisão futura. O profissional do futebol tem uma bagagem muito rica. O que é muito parecido com o profissional europeu”, LEO SAMAJA, coordenador da Associação dos Treinadores de Futebol Argentino, entrevistado no ‘Bola da Vez’, da ESPN Brasil.
Em resumo, o nosso ‘hermano’ sugeriu que os profissionais argentinos são intelectuais e inteligentes, enquanto  os brasileiros são culturalmente despreparados.

3 Comentarios

  1. Os técnicos brasileiros estão em baixa.

  2. Estou procurando a frase em que o coordenador argentino chama nossos técnico de burros. Ele está falando da formação do treinador de seu país. Se a carapuça serviu!

  3. Eu não vejo diferença, ontem o badalado técnico do CAM empatou em casa com o Sport Recife. A Seleção Argentina tem sido freguês da Seleção Brasileira, na Libertadores e na Sulamericana os Clubes brasileiros têm se saído muito bem com técnicos brasileiros.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare