No Correio Brasiliense (Por Braitner Moreira e Victor Gammaro) – Seu filho será torcedor do Barcelona. Se ainda não for: a “ameaça” pode soar até defasada para um pai cuja criança passe o domingo vestindo uma camisa de Neymar ou Messi.

O Barcelona é o time mais popular do Japão. O Manchester United domina China e Índia. Na Argélia, só dá Arsenal. O Liverpool reina na Tailândia. Os maiores clubes da Europa passaram as últimas décadas salteando o público dos países nos quais os times têm nível técnico risível. A novidade é que, agora, estão entre nós. Basta olhar a seu redor, para qualquer aglomeração de fãs jovens de futebol. As agremiações mais ricas do planeta descobriram a América Latina.

unnamed-2

4 Comentarios

  1. Pra mim quem deixa de torcer pra um time brasileiro, pra torcer pra um time europeu é modinha.

  2. Eu até simpatizava com alguns timecos da Europa, por conta dos brasileiros que jogavam lá. Mas hoje não tanto. Porém, não vejo problema algum em curtir um campeonato europeu, por exemplo. Eu gosto. Mas daí a ser fanático e torcer fervorosamente por um clube estrangeiro e não ter nenhum time aqui no Brasil, acho estranho. É a mesma situação das pessoas que só valorizam as bandas de fora e acham a música brasileira uma porcaria.

  3. se os times europeus sao timecos ,o seu e o que moça?kkkkkkk

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare