unnamed-4
Reportagem da revista Veja garante que a Lava-Jato encontrou indícios de que o ex-presidente do Corinthians e atual deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP) recebeu R$ 500 mil em propinas da Odebrecht em 2014. O dinheiro foi repassado, via caixa dois, para a campanha de Sanchez à Câmara.

De acordo com a Veja, o contato da Odebrecht com Sanchez era Antonio Roberto Gavioli, o diretor de contratos da Odebrecht Infraestrutura, responsável pela Arena Corinthians.

Já o representante do agora deputado petista era André Luiz de Oliveira, conhecido como “André Negão”, atual chefe de gabinete de Sanchez na Câmara.

Sanchez, obviamente, negou qualquer irregularidade.
A investigação sobre Andrés Sanchez corre na forma de inquérito sigiloso, instaurado com a autorização do relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, segundo a Veja.

Veja sistematizou os nomes que estão sendo investigados no esquema de corrupção dos estádios da Copa:

Mané Garrincha: José Roberto Arruda, Agnelo Queiroz e Tadeu Filippelli

Itaquerão: Lula, Dilma e André Sanchez

Maracanã: Sérgio Cabral

Arena Amazônia: Eduardo Braga e Omar Aziz

Arena das Dunas: Henrique Alves e José Agripino Maia

2 Comentarios

  1. Como esse povo é sem vergonha. Já ganha fortunas em dinheiro lícito, mas se deixa dominar pela ganância e parte pra corrupção descaradamente, a fim de engordar ainda mais a conta bancária. Nojo.

  2. Cada dia que passa me aumenta a raiva dessa classe!!!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare