Numa entrevista ao jornal ‘Het Volk’, o técnico da Bélgica Roberto Martinez falou sobre o confronto contra o Brasil, nesta sexta-feira, pelas quartas de final da Copa do Mundo:
“O caminho só nos ajudou a acreditar ainda mais em nós mesmos. Ouso dizer que estamos prontos para conhecer o Brasil. Nada precisa ser feito pela Bélgica. Lembre-se, este grupo realmente quer ir para as semifinais. Mas o Brasil é o favorito de todo o mundo. O grande favorito. Isso pode ser uma vantagem para nós, porque esse papel favorito pode ter nos paralisado contra o Japão. Mas minha equipe está fisicamente pronta. A mentalidade é muito boa. Todo mundo agora está falando sobre as táticas, mas eu não vejo isso como um problema. Somos e continuamos sendo uma equipe ofensiva. Nós não vamos nos defender de repente, agora. Nós realmente sabemos o que precisamos fazer para vencer o Brasil. Eu já tenho meu plano. Porque no início do torneio já estava claro que nas quartas de final nós provavelmente jogaríamos contra a Alemanha ou o Brasil. O Brasil é o melhor time neste torneio, mas não estamos perdidos. Longe do mesmo”.

3 Comentarios

  1. Pelo que vi da Bélgica, é um time bom do meio pra frente, mas com uma zaga lenta e pesada.

  2. Eu acho que em termos de postura dentro de campo, não. Tenho certeza que Tite tem isso bem trabalhado com os jogadores, então, não vai atrapalhar o time. Mas é verdade que a torcida tá muito confiante, não com arrogância, só reconhecimento pelo trabalho que tem sido feito. Por isso, se não ganharmos essa, vai ser uma grande frustração.

  3. Pois é, mas quando fomos desclassificados, nas últimas Copas, nunca chegamos a ser favoritos destacados (França 1998; França -2006; Holanda-2010; Alemanha-2014). Ou seja, o favoritismo nunca nos fez mal…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare