Eduardo Ferreira, diretor do Corinthians, tentou colocar um freio nos boatos que apontavam o interesse do clube por Roger Machado, demitido pelo Grêmio.
“Primeiro, temos que entender, são dois pontos. Cristóvão está há três meses, veio após o melhor treinador que temos nos últimos anos, o Tite, todo mundo vai querer comparar a pessoa e a marca história que teve aqui. Vem fazendo bom trabalho, tem trabalho bom extracampo, e vemos que o time vem rendendo. As vitórias batem na trave, mas tem bom compromisso em campo. Confiamos nele. Não vou falar sobre o Roger. Ele está livre agora, treinador de nome forte, mas garanto a vocês que não existe nada. Importante o torcedor ter esse apoio, aos jogadores e ao treinador. É importante sábado e no restante do campeonato. Pedimos que o torcedor entenda o trabalho, chegou no meio do campeonato, não fez pré-temporada. Se tivéssemos problema com ele, não seria nosso treinador”.
unnamed-4
Antes de mais nada, é preciso dizer o seguinte: Roger Machado e Cristóvão Borges são profissionais quase sem currículo. Roger nunca ultrapassou s fronteiras do Rio Grande do Sul (além do Grêmio, treinou somente Juventude e Novo Hamburgo). Nunca levantou uma taça como treinador.
Cristóvão é mais rodado (antes do Timão, passou por Vasco, Bahia, Fluminense, Flamengo e Atlético-PR). Ganhou somente um título paranaense.
É muito pouco, né não?

3 Comentarios

  1. É sim. Mas se já contrataram Cristóvão que não tem currículo, não contratar Roger por esse motivo, não faria sentido.

  2. Olha como Grêmio Jogava ano passado no Comando de Roger, o time tinha padrão de jogo, jogando um belo futebol sem nenhum craque, alguma coisa aconteceu pra essa queda de rendimento. Cristóvão treinou uma penca de time e nunca convenceu.

  3. Marcondes, quem ganhou o título paranaense, pelo Atlético-PR foi Paulo Autuori.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare