“Errar é humano, insistir no erro é tolice, ensina o velho dito. Quantos jogos e quantos gols mais o Flamengo precisará sofrer para que Rogério Ceni entenda? William Arão não tem nem sequer cacoete de zagueiro. E Diego, apesar do comovente esforço com que se entrega à função, é incapaz de proteger suficientemente a zaga, como primeiro volante. Já está mais que óbvio que, apesar de todos os treinamentos e da insistência do técnico, a fórmula não funciona. Quando Ceni dará a mão à palmatória?”, RENATO MAURÍCIO PRADO, em sua coluna no UOL.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare