Por Renato Maurício Prado (Jornal do Brasil) – O Flamengo precisa desesperadamente da vitória, para se manter na briga pelo título; o Fluminense também, para exorcizar de vez o fantasma do rebaixamento e ainda sonhar com uma vaga na Libertadores, caso o G-6 se torne G-7, com uma conquista brasileira este ano. Clássico mais charmoso do futebol carioca, o Fla-Flu promete emoções fortes para as duas torcidas, hoje à tarde, no Maracanã.
Independentemente do resultado, porém, o personagem principal da partida tende a ser o rubro-negro Lucas Paquetá. Negociado para o Milan, todos os olhos estarão sobre ele que, se jogar mal e o Fla perder,
correrá risco de se tornar vítima da ira da torcida, ao lado do presidente Bandeira de Mello – já odiado por ter vendido o melhor jogador do elenco na reta  final do campeonato, por preço abaixo da multa rescisória e em
suaves prestações.
Pode ser até que Paquetá continue jogando bem nas dez últimas rodadas e o drama seja assim minimizado. Mas o fato é que foi, no mínimo, de incrível falta de sensibilidade – e competência – realizar a transação neste momento e por esse valor. A menos de três meses do  nal de mandato, é impossível não ver na atitude uma torpe retaliação ao provável sucessor, Rodolfo Landim, líder do grupo do qual se separou na última eleição.
Fisionomia abatida, provavelmente pelo fracasso na eleição para deputado federal, Eduardo Bandeira de Mello se apresentou, enfim, para uma entrevista coletiva, ontem, mas conseguiu a proeza de falar, falar e não dizer nada, alegando que há uma exigência do Milan de não revelar,
por ora, detalhes da negociação. Era só o que faltava. Nos bastidores da Gávea, o que se comenta é que, apesar do alardeado saneamento  financeiro, o clube precisava vender Paquetá para equilibrar as contas! Só falta se descobrir que nem na parte econômica a gestão atual
conseguiu ser a maravilha de que tanto falam. No futebol foi um desastre. Por ignorância futebolística do presidente e seus pares.

2 Comentarios

  1. Meiguinho está com problemas na folha de pagamento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare