1 Comentário

  1. Tem que tirar essa “Reforma” maldita da pauta, mesmo. Ano que vem pode-se propor algo mais equânime, elaborado por um Governo legítimo…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare