Edgardo Bauza já ganhou duas Libertadores e tem histórias pra contar. Na memorável conquista de 2014 pelo San Lorenzo, por exemplo, ele vê semelhanças com a campanha do São Paulo:
“Na Copa Libertadores, já me passou de tudo. Com San Lorenzo, em 2014, parecia que estávamos fora. Tínhamos que ganhar do Botafogo e fizemos dois gols em dez minutos. Classificamos por casualidade e terminamos campeões”.
O San Lorenzo, você sabe, é o time do Papa Francisco.  Jorge Mario Bergoglio, seu nome de batismo, consta lá no quadro de sócios do time argentino. 
Quem sabe Edgardo Bauza não trocou mensagens com ele antes do jogo de ontem contra o Toluca?
O São Paulo fez a sua melhor partida do ano. Nem parecia aquele time que foi esmagado pelo Audax eliminado do Paulistão.
Então, imaginamos esse hipotético diálogo entre Bauza e Bergoglio pelo WhatsApp:
4b35a951c63f3fab39e1e0cba131c707

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare