No site da Veja:

De passagem pela América do Sul, o novo presidente da Fifa, Gianni Infantino, declarou nesta terça-feira em Montevidéu que ameaças terroristas preocupam a entidade. “Claro que o terrorismo é uma preocupação. Espero e esperamos todos que o terrorismo acabe no mundo e no futebol também. Não temos a ambição de solucionar os problemas do mundo, mas sim de organizar festas de futebol”, enfatizou o dirigente suíço em coletiva de imprensa na capital uruguaia, após visitar o Museu do Futebol do mítico estádio Centenário.

“Queremos organizar o futebol sem falar de política, violência ou religião, e dar um pouco de vida às pessoas, para que esqueçam os problemas do dia a dia”, continuou Infantino, que realiza uma turnê pela América do Sul que o levou ao Paraguai e ao Uruguai e que ainda passará por Bolívia e Colômbia na quinta-feira. As ameaças terroristas vem dominando o noticiário esportivo a medida que a Eurocopa da França se aproxima.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare