O público para a final da Copa América, neste sábado à noite, entre Brasil e Argentina, será bem menor que os 10% aos quais a Conmebol conseguiu garantir a liberação para o Maracanã. Tudo pelo fato de muitos dos “convidados” terem apresentados testes falsos da covid-19. A entidade promete rigoroso controle de acesso ao estádio e já detectou diversas fraudes no PCR apresentado por argentinos e brasileiros.

“A Conmebol informa que foi detectada uma considerada quantidade de provas de PCR fraudulentas, de pessoas credenciadas tanto na tribuna argentina como na tribuna brasileira. Essas pessoas não poderão ingressar ao estádio”, informou a entidade, em comunicado oficial.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare