Na capa do jornal Clarin, a manchete diz que a violência que adiou a decisão da Libertadores provocou a renúncia do ministro da Segurança da Argentina, Martín Ocampo. Ele entregou o cargo na noite de ontem, quatro dias antes do início do G-20 na capital argentina. Ele foi substituído pelo chefe de governo, Diego Santilli.

3 Comentarios

  1. Vi o vídeo de uma mãe colocando sinalizadores no corpo da filha para entrar no estádio. Meu Deus. Que gente doente.

  2. Pra quem achava que seria a melhor e maior final de todos os tempos, está sendo a final mais vergonhosa de todos os tempos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Logo Qualitare